Polêmica com Rafael Nadal e Poker Stars

Para um tenista que nos últimos tempos vem vencendo seguidamente o atual nº1 e ainda consegue se sagrar Heptacampeão de Roland Garros, com certeza ele se encontra próximo de um dos mundos ideais, porém, para o espanhol Rafael Nadal, nem resultados como esses tem feito com que seu nome esteja longe de assuntos polêmicos.

Após ter seu relógio de cerca de R$ 400 mil roubado, ontem (21/06), Nadal foi anunciado como o novo embaixador do site PokerStars.

O acordo entre o Rafael Nadal e a PokerStars terá duração de 02 anos e estima-se que o valor do acordo possa beirar os EU$ 12 milhões.

Até ai nenhum problema, mas pelo fato de o site ser destinado exclusivamente para a pratica do poker online, que para muitos é um jogo de azar e de apostas, muitos jornalistas e até tenistas criticaram a postura da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) por permitir essa “parceria”. Até porque, segundo o tenista argentino Brian Dabul, a mesma ATP o proibiu em 2011 de entrar em quadra com a marca da mesma PokerStars estampada na manga de sua camiseta.

Mesmo que o site PokerStars não seja efetivamente de apostas esportivas, o mesmo tem gerado tal polêmica. Polêmica que não tem tido e que não vai ter fim no meio esportivo por muito tempo, já que é delicado ligarmos um atleta ou clube com uma entidade de apostas esportivas.

Num mundo como esse, quem garante que não há manipulações nos resultados esportivos?

Escrito por

2 Comments para “Polêmica com Rafael Nadal e Poker Stars”

  1. Victor disse:

    O termo “jogo de azar” é por consenso usado para jogos em que se joga contra uma “banca”, via de regra, impossivel de se ganhar. O poker não se joga contra a banca e sim um contra o outro, e os organizadores dos torneios ganhar a partir de uma taxa de inscrição conhecida com Buy in. Independente do resultado do torneio, o lucro para os organizadores será o mesmo, de modo que não há porque criar uma manipulação de resultado. Além de que estatisticamente o poker é comsiderado 88% técnica, e somente 12% sorte. Sorte essa que também está presente em outros esportes. De modo que, não acho que seja um problema Rafael Nadal receber esse tipo de patrocínio, e não vejo porque haver uma resistência com relação a isso.

Deixe uma resposta

Mensagem